30 de jun de 2013

Surge o Catalyst 6800


Para quem imaginava que a linha Nexus seria a evolução natural do 6500, surge uma nova versão do appliance para backbones de 10, 40 e 100 Gbps.

Simplificar tem sido uma palavra recorrente no discurso das fabricantes de produtos de tecnologia e não é diferente na Cisco, que aproveita seu principal evento anual para clientes, o Cisco Live, que acontece em Orlando, para anunciar uma atualização da linha de switches Catalyst. Os executivos, na verdade, dizem que é mais que uma atualização, por trazer uma grande evolução comparada com versões anteriores, sobretudo, no que tange a simplicidade de implantação e gerenciamento.

As novas switches Catalyst e os ISRs ampliam a aplicação da estratégia elaborada em torno do ONE (Open Network Envinronment). No geral, a nova linha de produtos vem com características conhecidas como alto desempenho e soluções de rede programáveis. A fabricante explica que os produtos integram a nova arquitetura de rede corporativa Cisco que permite que as aplicações captem informações necessárias da rede para ofertar serviços mais inovadores para usuários finais, exigindo menos esforço da TI.

Entre os novos produtos da linha está o Catalyst 6800 que, segundo a fabricante, trata-se da switche de maior desempenho da linha, uma vez que foi desenvolvida para serviços de backbone de 10, 40 e 100 Gbps. O produto tem total compatibilidade com a linha 6500 já lançada pela empresa. O novo equipamento tem ainda a função de acesso instantâneo e uma série de serviços que versões anteriores não continham.

A Cisco trouxe também um produto pensado para companhias de médio porte, a switche Catalyst 6880-X. Embora a velocidade seja menos que a da 6800, essa switche também conta com a funcionalidade de acesso instantâneo.

Fonte: http://itweb.com.br/107770/cisco-atualiza-linha-catalyst-e-expande-uso-da-arquitetura-one/

25 de jun de 2013

Trabalhando com múltiplos gateways


Se um host pode ter apenas um gateway padrão, por quê então o Sistema Operacional dele me permite configurar vários ???

Esta foi a dúvida que me foi colocada ontem durante uma aula, onde um rapaz me mostrou esta tela de configurações do Windows onde pode-se definir múltiplos gateways para cada ide conectada.

A resposta: é possível apenas ter um único gateway padrão ATIVO em um host, mas podemos configurar várias opções para que o mesmo escolha a melhor, baseado numa preferência (similar a distância administrativa que aprendemos nos roteadores Cisco) ou numa métrica (na figura acima, vemos que é possível definir uma métrica manual para cada gateway padrão configurado).

Mas e se configurarmos 2 gateways padrão com métrica e preferência exatamente iguais ? Teremos balanceamento de Carga ?

Depende da implementação do Sistema Operacional. No caso do Windows, parece que ele simplesmente primeiro gateway da lista e só usa o próximo na falta do primeiro.

Não vejo isto no entanto como uma alternativa ao uso dos protocolos de redundância de primeiro salto, como HSRP, VRRP e GLBP, onde temos um IP e MAC virtual que responde o tempo todo ao host.

No caso de falha do gateway, usando um destes protocolos a falha é transparente para o host, ele nem sabe que houve troca de roteador físico pois enxerga apenas o gateway virtual.

Ter vários gateways estáticos causará indisponibilidade para os hosts até que a troca seja efetivada pelo S.O. dos dispositivos finais.

Para saber mais de redundância de primeiro salto, clique aqui !

Have Fun !!!

24 de jun de 2013

CCNP SWITCH - Turma aos Sábados


Curso Presencial com 70 horas de duração e acesso a equipamentos reais.

Caros,

Após o sucesso do Curso CCNA Presencial, estão abertas as inscrições para a primeira turma do curso preparatório para o exame 642-813 - CCNP SWITCH.

O evento ocorre na região central de São Paulo. São apenas 10 vagas, à um valor promocional de R$ 1.090,00

O curso será ministrado aos Sábados, das 09:00hs às 17:00hs, com intervalo de 1 hora para almoço e coffee-breaks. O pagamento pode ser parcelado em até 12x via PagSeguro.

Os participantes contarão com acesso à equipamentos reais (racks equipados com roteadores Cisco 2620 e switches Catalyst 2960 e 3550).


Quando: dias 03/08, 10/08, 17/08, 24/08, 31/08, 14/09, 21/09, 28/09, 05/10 e 19/10, sempre das 09:00hs às 17:00hs

Onde: Rua Marquês de Itu, 408 – Conjunto 24 (próximo a Estação República do Metrô)

Quanto: R$ 1.090,00 (Podendo ser parcelado em até 12X via PagSeguro)

Diferenciais: Incluso no custo o livro oficial da Cisco: Implementing Cisco IP Switched Networks (SWITCH) Foundation Learning Guide: Foundation learning for SWITCH 642-813.

Os interessados devem enviar e-mail solicitando instruções para matricula para:

adilson.aflorentino@gmail.com

◦Inscrições Abertas por tempo limitado: apenas 10 vagas. Garanta já a sua !!!

21 de jun de 2013

Hangout: Como se tornar um Sistema Autônomo.


Como pequenos provedores podem se tornar independentes e fugir dos problemas criados pelo NAT ?

O problema:

Provedores de acesso Internet com muitos usuários podem estar aplicando uso massivo de tradução (NAT).

Para cada tradução é recomendado o registro (log), para caso de investigação poder identificar qual usuário utilizou determinado IP e determinado horário, e com uso massivo de NAT passa a haver necessidade de se registrar também a porta de origem da conexão uma vez que um IP público pode ter sido compartilhado por dezenas de usuários ou mais.

A implementação de NAT pode ter como causa a falta de endereços IPs públicos disponibilizados pelas operadoras que prestam serviço de transito à esses provedores.

O uso de NAT em provedores de acesso traz uma série de desvantagens. A dificuldade com os logs é apenas uma delas. Há algumas aplicações, como games, softwares peer to peer e alguns tipos de streams, que não funcionam bem com NAT no provedor.


Uma possível solução:

Embora a quantidade de endereços IPv4 livres para alocação esteja terminando, há ainda a possibilidade de se obter alocações junto aos Registros Regionais Internet.

Os provedores Internet que baseado em sua estrutura e quantidade de clientes consigam cumprir com as regras vigentes e demonstrar necessidade podem obter blocos de endereços IPv4 e ASN.

Há a necessidade de conhecimentos específicos, equipamentos adequados e recursos para gerenciar essa forma diferente de conexão à Internet. É justamente isso tudo que vamos discutir nesse Hangout!


Participe do Hangout, e entenda como!

O Hangout Como se tornar um AS é um tipo de Webinar. Uma conferência de voz e vídeo, informal, com profissionais do NIC.br, que será transmitida via Youtube, ao vivo. Os participantes poderão interagir e tirar suas dúvidas via chat. Os painelistas serão:


•Antonio Marcos Moreiras: Gerente de Projetos, do CEPTRO/NIC.br. Moreiras falará sobre o papel dos ASes na Internet, as vantagens que uma rede tem ao tornar-se um, e os recursos necessários para isso.
•Ricardo Patara: Gerente de Recursos de Numeração, do Registro.br/NIC.br. Patara explicará as regras, condições e custos diretos para se tornar um AS, bem como, o processo para se obter os recursos de numeração diretamente do NIC.br.
•Milton Kaoru Kashiwakura: Diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento, do NIC.br. Milton abordará a questão dos Pontos de Troca de Tráfego e sua importância para os provedores de acesso.

A participação é gratuita e não requer inscrição prévia.

Endereçame​nto e Planejamen​to de redes IPv6


No dia 25 de Junho de 2013, das 8h30 as 11h, a equipe do NIC.br realizará mais um IPv6 no Café da Manhã! Nessa edição, o formato será o de um mini tutorial, com o tema Endereçamento e Planejamento de Redes IPv6.

A apresentação abordará tópicos como:
• quais tipos de endereços existem no IPv6, e onde usá-los
• a importância de um bom planejamento do endereçamento nas redes
• como numerar as redes IPv6 em um empresa
• como numerar as redes IPv6 em um provedor Internet

O evento é gratuito, mas temos apenas 50 vagas para a participação presencial! Será realizado na sede do NIC.br em São Paulo. As inscrições podem ser feitas em:

http://eventos.ceptro.br/events/view/16/1d4bd04b21a50a3486d618f2e85771fd32eb3c4e

Note que é necessário cadastrar-se no sistema de eventos, caso ainda não tenha feito isso. Só então você poderá fazer a inscrição para o Café. Você receberá emails para confirmar seu cadastro no sistema e, depois, para confirmar sua inscrição!

O evento será também transmitido pela Internet, ao vivo, das 9h as 11h. Será possível ainda fazer perguntas e comentários via chat. Para participar via Internet não é necessário cadastrar-se com antecedência! Basta acessar este mesmo sítio: http://ipv6.br/cafe no horário marcado!

O Café traz sempre uma boa oportunidade para que os profissionais mantenham-se atualizados sobre diferentes aspectos da implantação do IPv6 na Internet e nas redes, abordando temas técnicos e gerenciais, além de propiciar a possibilidade de networking entre os envolvidos! Fique atento! A edição de Agosto de 2013 terá como tema o IPv6 para os gestores de TI. Em breve daremos mais informações!

20 de jun de 2013

Wireshark e Cases em Grandes Empresas


Tecnologia Wireshark - Seminário 2013. Uma excelente oportunidade para profissionais que residem no RJ e em SP.

Soluções baseadas em Wireshark são implantadas em quase todas as grandes empresas e organizações de TI ao redor do mundo.

Você está convidado para o Riverbed's Wireshark Technology Seminar, que irá abordar vários temas relacionados à Rede e a Resoluções de Problemas de Aplicação e Análise de Desempenho.
Com a participação de gurus da Indústria e especialistas, você aprenderá em primeira mão:

- A história e o futuro do Projeto Wireshark Open Source

- Application-aware Network Performance Management (aa-NPM) em ação

- Como solucionar os problemas de performance das aplicações com os tópicos – VoIP e Análise Profunda de Pacotes (deep-dive Packet Analysis)

- Levar o Wireshark para o próximo nível com Cascade pilot e otimizar a performance de aplicações críticas.

Que devem participar ?

Staff e profissionais com responsabilidade direta na captura de pacotes e análise, gestão de desempenho de aplicativo ou solução de problemas de rede.

Evento em São Paulo:

Data: Terça-feira,
dia 25 de Junho
Tempo: 8:30am - 4:00pm
Lugar: Cesar Business Rua Olimpiadas 205
04551 000 SAO PAULO
BRAZIL

Clique aqui para registrar-se.

Evento no Rio de Janeiro:

Data: Quinta-feira,
27 de Junho
Tempo: 8:30am - 4:00pm
Lugar: Novotel
Avenida Rua Marechal Camara 300 Centro
20020 080
RIO DE JANEIRO
BRAZIL

Clique aqui para registrar-se.

Agenda do Evento:

Sessão de Manhã
• Overview de Integração, Solução Holística de Gerenciamento da Rede na empresa
• A história e futuro do Projeto Wireshark Open Source
• Application-Aware Network Performance Management em ação
• Estudo de caso

Almoço e Relacionamento

Sessão à Tarde
• Análise Profunda de Pacotes (Deep-Dive Packet Analysis)
• Análise VoIP
• Application-Aware Network Performance Management em ação
• Resolução de problemas de performance de aplicações
• Q & A

Have Fun !!!

13 de jun de 2013

Seu provedor tem filtro antispoofing ? Teste !


O NIC.br criou um sistema simples, que ainda está em estágio experimental, para ajudá-lo a testar se seu provedor está aplicando corretamente os filtros antispoofing.

Passo 1: você precisa do hping3


Você pode fazer o teste à partir de qualquer computador, desde que este tenha o software hping3 instalado. O hping é um programa para ser executado na linha de comando, que funciona como um montador e analisador de pacotes TCP/IP. Isso quer dizer que você pode montar pacotes arbitrários com o programa, que suporta TCP, UDP, ICMP e RAW-IP. Entre outras coisas, você pode usá-lo para testar firewall, fazer port scanning, testar a rede usando diferentes protocolos, TOS, fragmentação, fazer manualmente a descoberta do MTU, etc.

O hping tem versões para Linux, MacOS e Windows, e pode ser baixado em:

http://www.hping.org/download.php

Passo 2: vamos ao teste!

Se você é um usuário doméstico, prefira fazer o teste com o computador conectado diretamente ao equipamento do provedor, recebendo diretamente o IP válido fornecido pelo mesmo. Equipamentos de compartilhamento de conexões (NAT) podem interferir com os resultados.

Comandos a serem executados (como root ou administrador) para testar:

hping3 --udp -e "200.255.122.24#200.255.122.24#FLTABLFBYDUNHVZFTOCZNEMBTSRTGO#MESMOIP" -c 1 -a 200.255.122.24 -p 3000 200.160.4.197
hping3 --udp -e "200.255.122.24#200.255.122.1#FLTABLFBYDUNHVZFTOCZNEMBTSRTGO#MESMAREDE" -c 1 -a 200.255.122.1 -p 3000 200.160.4.197
hping3 --udp -e "200.255.122.24#172.26.6.6#FLTABLFBYDUNHVZFTOCZNEMBTSRTGO#PRIVADO" -c 1 -a 172.26.6.6 -p 3000 200.160.4.197
hping3 --udp -e "200.255.122.24#200.160.6.66#FLTABLFBYDUNHVZFTOCZNEMBTSRTGO#OUTRAREDE" -c 1 -a 200.160.6.66 -p 3000 200.160.4.197

Após o teste, para verificar seu resultado: http://op.ceptro.br/cgi-bin/spoofing/mostra_resultado/?hash=FLTABLFBYDUNHVZFTOCZNEMBTSRTGO

Passo 3: entendendo os resultados

O teste envia quatro pacotes:
Um pacote válido, com a origem correta. É esperado que esse pacote chegue ao servidor do NIC.br.
Um pacote “spoofado”, com a origem num IP diferente do seu, mas na mesma rede.
Um pacote “spoofado”, com IP privado como origem.
Um pacote “spoofado”, com um IP válido, mas de uma rede diferente da sua, como origem.

Todos os pacotes são enviados para o endereço 200.160.4.197, que é o servidor de testes no NIC.br. Os pacotes “spoofados” só chegarão ao servidor do NIC.br se o provedor não tiver os filtros corretamente configurados.

Interpretando seus resultados:

Se o servidor do NIC.br não registrou nenhum pacote, o teste falhou. Não é possível dizer se há filtro antispoofing ou não. Talvez um firewall ou NAT no meio do caminho esteja interferindo.

Se houver uma linha onde o ”IP Origem Recebido” e o “IP Externo Detectado” são iguais, parabéns, o teste foi um sucesso. Se foi a única linha que você encontrou, seu provedor também está de parabéns: sua rede não permite spoofing!
Se houver também uma linha onde o “IP Origem Recebido” é diferente do “IP Externo Detectado”, mas eles estão na mesma rede, significa que é possível “spoofar” pacotes dessa forma, utilizando endereços diferentes do seu, porém na mesma rede de origem.

Se houver também uma linha onde o “IP Origem Recebido” é 172.26.6.6, significa que é possível “spoofar” pacotes dessa forma, com endereços privados como origem. Seu provedor precisa implantar o filtro de antispoofing.

Se houver também uma linha onde o “IP Origem Recebido” é 200.160.6.6, significa que é possível “spoofar” pacotes dessa forma, com endereços válidos de outra rede, como origem. Seu provedor precisa implantar o filtro de antispoofing!

Fonte: http://bcp.nic.br/seu-provedor-tem-filtro-antispoofing-teste/

Navegar é preciso, arriscar-se não !


A Cartilha de Segurança para Internet contém recomendações e dicas sobre como o usuário pode aumentar a sua segurança na Internet. O documento apresenta o significado de diversos termos e conceitos utilizados na Internet e fornece uma série de recomendações que visam melhorar a segurança de um computador.

Ajude a divulgar a Cartilha!

Numa bem lúdica, de forma a alcançar o usuário leigo, a cartilha criada pelo Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil, mantido pelo NIC.br, trás uma série de informações acerca dos vários perigos existentes na Web, tais como golpes, ataques, códigos maliciosos, Spam, cuidados com conta e senhas e muitos.

Vale a pena conferir a cartilha:

http://cartilha.cert.br/

Have Fun !!!

12 de jun de 2013

Documentando Labs no GNS3 automaticamente


Documente seus labs criados no GNS3 automaticamente para acelerar seu aprendizado baixando gratuitamente o NetBrain Personal Edition.

Para passar nos exames de Certificação Cisco é necessário memorizar uma série de detalhes técnicos. A melhor forma para fazer isso é rodar uma grande bateria de labs. O problema é que documentar estes labs manualmente é muito trabalhoso e fatalmente pequenos detalhes serão esquecidos.

O NetBrain Personal Edition é uma ferramenta gratuita que permite:

- Descobrir dispositivos e criar diagramas no GNS3 ricos em detalhes
- Automaticamente capturar, organizar e anotar as saidas de comandos show
- Incluir anotações ao longo de toda a topologia lógica criada

Para quem quer trabalhar com cenários grandes e complexos no GNS3, vale a pena conhecer o site da NetBrainTech e assistir ao vídeo de cerca de 3 minutos demonstrando a utilização do produto, bem como fazer o download do mesmo para testar suas funcionalidades.

Have Fun !!!

Fonte: postado por Mauricio Harley no ccnp_@googlegroups.com

Conheça a F5 University


Empresa cujo carro-chefe é o famoso balanceador de carga Big-IP oferece cursos online gratuitos sobre suas soluções.

Com muito material para estudo disponivel num formato Flash similar aos textos do Netacad, a F5 University oferece diversos cursos interessantes, não apenas focados em seus produtos mas que dão um bom embasamento sobre o funcionamento do protocolo HTTP, além do próprio Big-IP e outras soluções interessantes na linha de Firewalls para grandes empresas. (em inglês)

Vale a pena conferir o site da F5 University.

Have Fun !!!

Fonte: dica postada por Cledir Justo e Fabricio Araujo no CCNP_@GOOGLEGROUPS.COM

11 de jun de 2013

CCNA Presencial - Turmas em Julho



Já estão abertas as inscrições para as turmas do Curso Presencial Preparatório para a Certificação Cisco CCNA 640-802 em julho de 2013. Vagas Limitadas !!! Turmas encerradas, verifique a disponibilidade de novas turmas em agosto de 2013.

O curso ocorre na região central de São Paulo. São apenas 10 vagas por turma, à um valor promocional de R$ 990,00

Os participantes contarão com acesso à equipamentos reais (racks equipados com roteadores Cisco 2620 e switches Catalyst 2960 e 2950).

Horários Disponíveis:

Turma 1 - Período Integral Vagas Esgotadas !

◦Quando: de 15/07/2013 a 19/07/2013, sempre das 09:00hs às 18:00hs (segunda a sexta)

◦Onde: Rua Marquês de Itu, 408 – Conjunto 24 (próximo a Estação República do Metrô)

◦Quanto: R$ 990,00 (Podendo ser parcelado em até 12X via PagSeguro)


Turma 2 - Período Noturno - Vagas Esgotadas !

◦Quando: de 15/07/2013 a 26/07/2013, sempre das 19:00hs às 23:00hs (segunda a sexta)

◦Onde: Rua Marquês de Itu, 408 – Conjunto 24 (próximo a Estação República do Metrô)

◦Quanto: R$ 990,00 (Podendo ser parcelado em até 12X via PagSeguro)


Turma 3 - aos Sábados - Vagas Esgotadas !

◦Quando: de 20/07/2013 a 17/08/2013, sempre das 09:00hs às 18:00hs.

◦Onde: Rua Marquês de Itu, 408 – Conjunto 24 (próximo a Estação República do Metrô)

◦Quanto: R$ 990,00 (Podendo ser parcelado em até 12X via PagSeguro)


◦Diferenciais: Incluso no custo o livro CCNA 4.1 e acesso / suporte online via ambiente CCNA CloudCampus pelo período de 4 meses.

Os interessados devem enviar e-mail solicitando instruções para matricula para:

adilson.aflorentino@gmail.com

◦Inscrições Abertas por tempo limitado: apenas 10 vagas. Garanta já a sua !!!

10 de jun de 2013

Curso de MPLS em julho de 2013



Lançada uma nova turma para o curso "Fundamentos de MPLS e VPN de camada 3" - Vagas Limitadas. Garanta já a sua.

Nesta nova edição do curso, com duração de 30 horas, com a mesma carga horária teórica anterior acrescentando mais 10 horas para laboratórios práticos.

O investimento para esse treinamento é de R$ 1490,00 e será ministrado em 4 dias inteiros das 08:30 as 12:30 e das 13:30 as 17:30, sendo que quatro períodos (manhã ou tarde) serão exclusivos para elaboração de laboratórios.

◦Quando:

De 22/07/13 a 25/07/13 das 08:30hs às 12:30hs e das 13:30 as 17:30.

◦Onde: Rua Marquês de Itu, 408 – Conjunto 24 - São Paulo - SP (próximo a Estação República do Metrô)

◦Quanto: R$ 1.490,00 (Podendo ser parcelado em até 12X via PagSeguro)

◦Diferenciais: Incluso no custo o livro "Redes MPLS - Fundamentos e Aplicações" e uma série de cenários criados pelo Instrutor no GNS3 simulando o ambiente real do Core de uma operadora utilizando MPLS-VPN

◦Pré-requisitos
: Não é necessário conhecimento prévio de MPLS, basta conhecer redes IP convencionais. O curso irá abordar como implementar MPLS em um backbone IP e como utiliza-lo para oferta do serviço IP VPN MPLS.

◦Importante: O aluno deverá trazer notebook próprio para a realização dos Labs. Utilizaremos o emulador de IOS GNS3 com topologias que exigem uma máquina com bom poder de processamento, mínimo I3 com 4 giga de ram.

◦Conteúdo Programático

Segunda manhã: Teoria de MPLS com apresentação de configurações previamente elaboradas.

Segunda tarde: Laboratório MPLS

Terça Manhã: Teoria de VPN MPLS com apresentação de configurações previamente elaboradas.

Terça tarde: Laboratório VPN MPLS

Quarta manhã: Teoria de QOS em MPLS e Pseudo Wire com apresentação de configurações previamente elaboradas.

Quarta tarde: Laboratório de QOS

Quinta manhã: Teoria de IPv6 com MPLS (6PE 6PVE) e MPLS-TE com apresentação de configurações previamente elaboradas.

Quinta tarde: Laboratórios de 6PE e MPLS-TE

Maiores Informações e pedidos de inscrição, enviem e-mail para adilson.aflorentino@gmail.com

Encontre um ponto wi-fi perto de você



A Anatel lançou um sistema que mostra onde ficam os locais de acesso à internet sem fio do país. Por meio da ferramenta, o internauta pode saber o endereço dos pontos wi-fi, o tipo de estabelecimento que oferece o serviço (um aeroporto ou um café, por exemplo) e se a forma de acesso é gratuita ou paga.

O sistema contém informações das empresas que respondem por cerca de 90% dos pontos de acesso do país. Para acessar, clique aqui e, em seguida, faça a pesquisa por estado e município.

Fonte: Ministério das Comunicações

http://sistemas.anatel.gov.br/sgmu/fiqueligado/wifi.asp

5 de jun de 2013

Conheça o Cisco dCloud



Cisco dcloud é uma ferramenta online disponibilizada pela Cisco para demonstração de produtos. Para que usar simuladores e emuladores quando se pode testar equipamentos reais ???

Acho que todo mundo que visitou alguma vez as instalações da Cisco ou pelo menos viu fotos da mesma deve ter ficado babando ao ver o Aquário com os produtos da Gigante das Redes. Hoje o leque de opções é muito grande e nem tudo pode ser emulado ou simulado com os clássicos Packet Tracer e GNS3.

Esta dica foi postada pelo rgrsilva no Fórum do ccna.com.br. Confira abaixo:

" Senhores,

Pode ser do conhecimento dos senhores mas para mim é novo. =)

Uma ferramenta bacana é a Cisco dcloud. São vários Pods, que a Cisco disponibiliza para demonstração de produtos. É só agendar uma demonstração, as vezes há (disponibilidade imediata).

Ontem fiz a Cisco Unified Access, com direito a acesso ao ISE, Prime Infrastructure, WLC, 3750, CUCM. Tudo em ambiente real!

Muito interessante para quem nunca viu a cara dessas ferramentas. Tem muita coisa bacana lá, principalmente de Collaboration. "

http://dcloud.cisco.com

Lembrando que é preciso ter um usuário cadastrado no cisco.com para acessar a ferramenta, mas é possível criar uma conta básica gratuitamente no site.

Have Fun !!!

2 de jun de 2013

Cisco Infográficos



Dezenas de tutoriais sobre Cloud Computing, Big Data, Internet das Coisas e muito mais... Disponíveis também em português.

A Cisco disponibilizou gratuitamente uma série de materiais cobrindo as principais tendências tecnológicas da atualidade e os disponibilizou em chinês, francês, alemão, japonês, espanhol e ... PORTUGUÊS !

Vale a pena conferir os Infográficos e ficar antenado com as principais tendências do mundo de TI.

Confira em: http://share.cisco.com/#navigation

1 de jun de 2013

Cisco versus Microsoft


Cisco ameaça recorrer à União Européia contra compra do Skype pela Microsoft.

O CEO da Cisco, John Chambers, disse à CNBC que a razão pela qual o fabricante pretende recorrer da aprovação, pela União Europeia (UE), do acordo de fusão entre a Microsoft e Skype, é a intenção de introduzir mudanças no próprio negócio. O executivo pretende anular a aprovação da aquisição, e não o próprio negócio. O recurso da Cisco deverá ser analisado em tribunal.

“Tudo o que queremos é interoperabilidade. É o que a Microsoft e outros nos pediram quando fizemos aquisições. Achamos necessário haver interoperabilidade fácil e capacidade de qualquer dispositivo ser conectado a qualquer conteúdo, o que consideramos essencial para a Internet crescer“, disse Chambers à CNBC.

A própria Cisco prometeu ceder o seu protocolo de interoperabilidade em plataformas de telepresença – Telepresence Interoperability Protocol (TIP) –, à comunidade de código aberto, como condição para a aquisição da Tandberg líder. A abertura do TIP pode permitir a terceiros criar extensões para a plataforma de telepresença Cisco.

A Cisco afirma que a aquisição do Skype é uma vantagem injusta porque o serviço domina uma parte muito grande do mercado de comunicações unificadas na Internet, segundo disse à CNBC.

A Microsoft informa que o Skype tem 280 milhões de pessoas que usam o serviço por mais de 100 minutos por mês – o que representa cerca de um terço das chamadas de voz efetuadas globalmente.

O próprio negócio de comunicações unificadas e colaboração da Cisco tem sido decepcionante nos últimos trimestres, evoluindo sem crescimento e mesmo em queda (de 8%) numa base anual. A decisão dos juízes da UE só é esperada no prazo de meses.

Fonte: http://computerworld.uol.com.br/negocios/2013/05/31/cisco-ameaca-recorrer-a-ue-contra-compra-do-skype-pela-microsoft/

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails