17 de jul de 2015

Mudanças Constantes deixam Carreiras Cisco de pernas para cima!


Nos últimos meses foram criadas tantas novas carreiras que fica até dificil visualizar as diferenças entre elas.

CCNA Cloud, CCNA Industrial, CCNA Colaboration, ... as novidades parecem não ter fim!

Parece que a tendência é que a linha Colaboration tome o lugar das carreiras de Voz e Video, mas há coisas que parecem não ter lógica, por exemplo, a linha industrial não estaria mais para uma Especialização ? Haverá conteudo para futuros CCNA e CCNP Idustrial ?

Qual a diferença entre Certified Technician e Specialist ? Parecem atender o mesmo fim.

E por que toda uma carreira de Cloud e uma outra de Datacenter em paralelo ?

Quando eu penso em tirar todos os CCNAs, eles se multiplicam como coelhos! rs rs rs

15 de jul de 2015

Curso QoS em Modo Gravado - Agora com 4 meses de acesso


Aulas ministradas usando a plataforma WizIq e os arquivos necessários para a confecção dos laboratórios são disponibilizados num ambiente Moodle.

São disponibilizados ao todo 10 labs montados no GNS3 usando Cisco IOS, distribuídos ao longo do curso de forma que o aluno possa treinar fora do horário de aula os conceitos aprendidos.

◦Quanto: de R$ 120,00 por apenas R$ 60,00.(podendo ser parcelado em até 12X via PagSeguro).

Pré-requisitos: Não é necessário conhecimento prévio de QoS, basta conhecer redes IP convencionais.

Diferenciais:

Acesso 24 horas: Os alunos que participarem do curso QoS online em Modo Gravado terão acesso a todo o material do curso (aulas gravadas, slides e material de apoio) durante 120 dias para acessar quando desejarem.

Plantão de dúvidas: Cada aula terá um Fórum no Moodle dedicado a sanar as dúvidas referentes aos assuntos abordados no curso.

Certificado de Participação para todos os alunos que assistirem ao curso e realizarem todas as atividades propostas

Conteúdo Programático:

Aula 01 - Introdução ao QoS em Redes IP - Parte 1
Serviços Diferenciados
Serviços Integrados

Aula 02 - Introdução ao QoS em Redes IP - Parte 2
Entendendo o QoS no ciclo de vida de um pacote
Definindo uma Linha de Base para mensurar qualidade de serviço
Exemplos de Configuração de QoS

Aula 03 - Coleta de dados para a construção de politicas - Parte 1
Uso do Cisco Autoqos
Entendendo os processos de classificação e marcação de pacotes

Aula 04 - Coleta de dados para a construção de politicas - Parte 2
Classificação e Marcação de tráfego em ambientes LAN e WAN
Usando o protocolo NBAR
Configurando a propagação das politicas de QoS através do BGP

Aula 05 - Classificação e marcação de pacotes em ambiente WAN
Técnicas de Enfileiramento
Descrição das estratégias de fila: FIFO, WFQ, LLQ e CBWFQ

Aula 06 - Controle de Congestionamento - Parte 1
Uso de RED e WRED
Entendendo Traffic Policing e Traffic Shaping

Aula 07 - Controle de Congestionamento - Parte 2
Configurando class-based shaping
Entendendo mecanismos para prover Eficiência de Links

Aula 08 - Controle de Congestionamento - Parte 3
Compressão de Cabeçalho baseada em classe
Configurando Fragmentação de Link e Intercalação

Aula 09 - Melhores práticas para a Classificação do tráfego
Implementando QoS fim-a-fim

Aula 10 - Estudo de Caso
Exemplos de Configuração de politicas de QoS para o mundo corporativo


Os interessados podem comprar o acesso no link abaixo:







8 de jul de 2015

Visita a Level 3 em Fortaleza - Conhecendo as Fibras Submarinas


Na semana passada, apos um curso de IPv6 em Fortaleza, conheci as instalacoes da Level 3 (antiga Global Crossing) na Praia do Futuro, de onde chegam as Fibras Submarinas com os links internacionais para as Operadoras brasileiras.

Foi uma visita para Nerd nenhum botar defeito ! rs rs rs

Eu e minha esposa Marcia tivemos a oportunidade de conhecer a infraestrutura da "Operadora das Operadoras" na ultima sexta-feira, 03/07/15 - no periodo da manha.

Equipamentos de varias geracoes enfileirados num espaco gigantesco - desde antigas interfaces 10 gbps ate novos equipamentos suportando links de 40, 80 e 100 gbps.

Os pontos que mais me chamaram a atencao:

- Juntamente com a fibra submarina corre um cabo de alta tensao (10.000 volts) que alimenta repetidores espalhados no fundo do mar a profundidades de ate 2500 metros.Cada repetidor tem um consumo baixo de energia (34 volts)

- Cada uma das localidades onde se encontram as pontas da Fibra (uma aqui em Fortaleza e outra nos EUA) divide a tarefa de energizar estes repetidores. Se um dos lados cai, o lado remanescente tem autonomia para energizar toda a fibra que percorre distancias continentais, fazendo um anel entre as Americas.

- Ao contrario do que se imagina, o cabo que contem as Fibras Submarinas e bem fino, conforme se observa na foto acima, mas estremamente resistente.

- Mesmo assim, ha incidentes no mar, como um navio jogando uma ancora em cima do Cabo, que o rompe e gera toda uma operacao de guerra em terra para que o reparo seja realizado o mais rapido possivel - os funcionarios varam a noite para localizar o ponto de ruptura, mandar um navio ao local para efetuar o reparo e cuidadosa depositar a fibra novamente no fundo do oceano (baloes acoplados ao cabo vao sendo estourados aos poucos para suavizar a descida).

- Hoje a largura de banda transportada ate as instalacoes da Level 3 em Fortaleza atraves das Fibras Submarinas esta em torno de 1 terabit e meio.

Eu ja havia visto os links internacionais de fibra que saem da costa brasileira neste link em 2013, mas conhecer a infraestrutura de perto e realmente fantastico!

Gostaria de agradecer mais uma vez ao pessoal da Level 3 que nos abriu as portas, aos funcionarios da G4Flex que participaram do curso IPv6 e batalharam para viabilizar nossa ida ao local, e em especial ao Prof. Marcus Fabio, que agendou a visita e nos levou ate o evento.

Espero voltar logo a Fortaleza e reencontra-los!

5 de jul de 2015

Test-drive do Ambiente de Exames Cisco

Para quem ainda não conhece - Clique na imagem abaixo para chegar na Prova já sabendo como é:



Para visualizar o ambiente de provas em um tamanho maior, clique aqui!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails