12 de jul de 2009

Saiba o que são PTT - Pontos de Troca de Tráfego


Pessoal,

Vcs já ouviram falar de PTT ? (Pontos de Troca de Tráfego) Li um artigo do Prof. Moreiras (moreiras@nic.br), com o qual tive o privilégio de trabalhar na UNICID, que fala sobre o assunto e achei simplesmente fascinante !!!

Existem basicamente duas formas de se obter acesso a Internet:

1) A compra de trânsito, onde um Provedor como a Telefonica, Embratel, Brasil Telecom e afins oferecem acesso em troca de dinheiro e...

2) A Troca de Tráfego (em Inglês Peering) onde redes conectam-se diretamente, em caráter colaborativo

O Peering é uma prática muito comum no backbone da Internet entre Provedores de primeiro nível como a Sprint, a Genuity/BBN, a AT&T entre outros. Para o cliente final, especialmente no Brasil, a prática mais comum é a compra de trânsito de um provedor de segundo nivel como citado anteriormente.

Pois bem, o NIC.BR mantém uma estrutura de 8 PTTs espalhados pelo Brasil com cerca de 100 empresas participantes. Só o PTT São Paulo mantém 50 empresas dos setores Público e Privado como a PRODESP, a TIVIT, entre outras.

A prática do Peering exige um certo investimento por parte das empresas em termos de equipamentos mas, nos dias de hoje, com tanta instabilidade e periodos de Outage, eu creio que é uma solução muito interessante.

Segue abaixo alguns links de onde encontrar mais material técnico a respeito do assunto. Estou encaminhando este Post para o próprio Moreiras, e peço que o mesmo nos dê maiores informações sobre o processo de filiação a um PTT.

Abs,


Apresentação do NIC.BR sobre PTT


Artigo do Prof. Moreiras sobre PTT

http://www.ptt.br

Um comentário:

Antonio M. Moreiras disse...

Adilson, obrigado pela referência. Você conseguiu resumir bem o que são os PTTs nesse post. E o artigo veio num momento interessante, quando acabamos de alcançar o marco de 100 participantes conectados ao PTT Metro.

Vale lembrar que fora do Brasil os PTTs são chamados de Internet Exchange Points (IXs): http://en.wikipedia.org/wiki/Internet_Exchange_Point

Por aqui eles são uma alternativa importante para provedores e empresas reduzirem os custos e aumentarem a confiabilidade de suas conexões Internet. Com uma conexão ao PTT a instituição consegue trocar tráfego com outras, gratuitamente (no caso de São Paulo, incluindo redes muito interessantes, como o Google, a RNP, a LocaWeb, entre outras), mas também pode comprar trânsito e outros serviços de provedores lá presentes, otimizando o uso da conexão.

É importantíssimo que os profissionais de rede saibam trabalhar com BGP para fazer multihoming e entendam como fazer uso dos PTTs para otimizar o acesso à Internet!

Estamos a disposição para tirar dúvidas aqui no CEPTRO (NIC.br) e quero convidar seus leitores para conhecerem também nossos outros projetos: http://ceptro.br.

[]s
Moreiras.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails