31 de dez de 2011

Grandes mudanças no NetAcademy em 2012


Até abril de 2012, o programa NetAcademy estará passando por profundas modificações...

Para diminuir a evasão e aumentar a qualidade de seu programa de treinamento, o Cisco NetAcademy anunciou uma série de alterações.

A começar pela estrutura administrativa, abolindo a antiga hierarquia de Academias Locais, Regionais e o CATC (aqui no Brasil representado pela UFRJ). Agora, todas as Academias serão subordinadas diretamente a Cisco e deverão também estar associadas a um Centro de Treinamento que lhes proporcione capacitação de Instrutores e suporte na utilização dos recursos didáticos do programa (os atuais e os que hão de ser anunciados em breve).

O objetivo é promover um aumento geral de qualidade no programa. Está previsto a inclusão de novas ferramentas de colaboração, além da melhor utilização das ferramentas atuais.

Por exemplo, em 01 de fevereiro de 2012 será disponibilizado aos Instrutores novas versões dos SBA (Avaliações baseadas em habilidades, Provas Práticas criadas com o Packet Tracer 5.3.2) com uma dinâmica mais elaborada que permita avaliar melhor os alunos.

Já ouvi boatos de que a Cisco estava querendo criar uma Prova Prática para o exame CCNA, aos moldes do que já ocorre com o CCIE, mas creio que o que ocorreu é uma confusão entre estas provas finais de módulo do Netacad com a Prova de Certificação.

Aliás, tenho ouvido muitos outros boatos acerca destas mudanças que estão por vir. Até mesmo por que já faz um pouco mais de 3 anos que a Prova CCNA não sofre mudanças, e muitos esperam uma nova versão da mesma em 2012.

Seja como for, o Netacad irá passar por grandes mudanças e todos nós estamos ansiosos por conhecê-las. Há quem fale até em uma alteração na carga horária dos módulos, passando das atuais 70 horas para 120 horas (o que tornaria o programa, a meu ver, extenso demais !!!).

Está aberta a temporada de especulações. E vc, o que acha que deveria mudar no NetAcad ???

30 de dez de 2011

Intensivão de Férias do EstudeCCNA.com.br


Se você quer aproveitar as Férias para dar aquele gás e se preparar para o exame 640-802 e se tornar um CCNA em 2012, vale a pena conferir esta excelente iniciativa do EstudeCCNA.com.br

Este grupo, criado sem fins lucrativos, tem o objetivo de ajudar os candidatos ao exame a se prepararem através da colaboração mutua de seus participantes.

Confira as instruções contidas no Blog:

A idéia é a seguinte:

Cada dia um tema será abordado (Será feito um planejamento para abordarmos os principais assuntos da prova)

Para cada tema um exercício ( No caso será o mesmo exercício para todos, e quando for lab também, assim quem não conseguir fazer vai tirando as dúvidas)

Vamos montar um fórum para não sobrecarregar o e-mail e vamos postar os exercícios e o material enviado na nossa página EstudeCCNA para futuras consultas

Ao final de cada tópico podemos montar um chat pelo Skype para discussão (Sempre sobre o tema abordado /dia)

Precisamos de colaboradores voluntários para moderar os exercícios, enviar vídeos, material, tirar dúvidas e Conduzir o chat. Podemos separar os temas por colaboradores. Quem se interessar, peço que envie um e-mail para estudeccna@gmail.com

Instrutores da academia, professores, certificados e profissionais da área, vamos precisar da ajuda de vocês!!

Aceito dicas e sugestões para organizarmos da melhor forma possível.

Para maiores informações, acesse:

http://estudeccna.com.br/testes/intensivao-de-ferias-do-grupo-estude-ccna/


Cisco Library Icons


Dezenas de icones contendo produtos Cisco para vc turbinar seus projetos !!!

Para quem precisa montar topologias contendo euipamentos Cisco, esta apresentação do powerpoint contendo diversos icones de produtos pode ser bastante útil.

Baixe o PPT no link abaixo e confira as dezenas de opções disponiveis em:

2010_Cisco Icons_7_6_10.rar

Have Fun !!!

29 de dez de 2011

VTP versão 3 - o retorno ???


Nova versão do protocolo proprietário da Cisco promete resolver velhos problemas. Será que vai pegar ???

O Virtual Trunking Protocol é um velho conhecido daqueles que estudaram e estudam para o exame CCNA. As versões 1 e 2 do protocolo trazem um problema de segurança muito temido: Qualquer novo Switch colocado no domínio que tenha um número de revisão maior do que o número atualmente usado pode sobrescrever o database de todos os Switches, independente deles estrem em modo Client ou Server.

Pois bem a versão 3 do VTP resolve este problema definindo um único Servidor Primário capaz de editar o vlan database do dominio. É possivel manter Servidores secundários mas estes só servem de backup para o primário mantendo as configurações na NVRAM.

Além disso, a versão 3 do VTP consegue propagar outros tipos de databases como instâncias de Multiple Spanning Tree (STP) e configurações de Private VLANs, coisas que o VTP até então não era capaz de fazer.

Esta versão do protocolo na verdade já não é tão nova, criada originalmente para CAT OS, foi portada para os IOS da familia 6500 e agora finalmente está disponivel para plataformas mais baixas como 3750, 3560 e 2960.

É um assunto não muito discutido e que não é cobrado nem no exame CCNP Switch, mas creio que é interessante revirar o cisco.com a procura de maiores informações sobre o VTP version 3.

Have Fun !!!

19 de dez de 2011

No ar... PORTAL DO IPV6 !!!


Hoje entrou no ar um projeto que venho trabalhando há vários meses: Um portal com serviços voltados para o novo protocolo da Internet.

Tenho muito orgulho em lhes apresentar: O Portal do IPv6 !!!

Durante o ano de 2011 tenho ministrado os cursos de IPv6 do NIC.br por todo o Brasil. Tive a oportunidade de conhecer muitas capitais tais como Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba, Porto Alegre, João Pessoa, Palmas e, mais recentemente Natal.

No segundo semestre do ano fui convidado para escrever um livro sobre o assunto com o título IPv6 na Prática pela Editora Linux NewMedia, que deve pipocar já em janeiro de 2012. Além disso, eu e minha esposa Márcia tinhamos o sonho de ter um Portal na Internet para oferecer serviços relacionados ao tema, um espaço onde poderiamos compartilhar as experiências que o curso nos proporcionou.

Este sonho se torna realidade hoje, com a versão definitiva do site no ar. Já havia impresso a URL num cartão de visita que trazia uma página provisória mas agora o Portal está com uma carinha mais profissional. Espero que gostem !

Uma outra novidade é que estarei ministrando um curso presencial de IPv6 no periodo de 16 a 20 de janeiro, aproveitando as Férias do NIC e utilizando o tão cobiçado Lab do ipv6.br (isto mesmo, vamos usar o Lab oficial !)

Peço aos interessados que preencham o formulário de interesse no curso que se encontra em:

http://www.portaldoipv6.com.br

Agradeço o carinho que venho recebendo nos lugares por onde tenho passado, fico até emocionado quando encontro alguém num estado distante que diz que já conhece nosso trabalho aqui no NetFinders Brasil, isto é o que nos motiva a continuar !

Boa pra frente. 2012 será o Ano do IPv6 !!!

18 de dez de 2011

Juniper versus Cisco


Dica enviada pelo leitor Giovanni Sponhardi:

E ai Adilson tudo bom, sou Giovanni, grande admirador do blog netfinders.

Achei um material muito interessante sobre a Juniper, são dois videos.


- 1: desvendando os mistérios e mitos da arquitetura do Junos e softwares que eles distribuem de acordo com a tecnologia

http://www.youtube.com/watch?v=7rFbH5X-NYA&feature=related

- 2: e mais interessante uma empresa Great Lakes Computer, que desenvolvia soluções para seus clientes apenas em cima da plataforma da CISCO hoje trocaram para a JUNIPER

http://www.youtube.com/watch?v=lKL74Vx9E1o&feature=related

Neste mesmo assunto no site da Great Lakes mostra os comparativos dos equipamentos CISCO X JUNIPER, em minha opinião de forma bem sincera.

* Pena que todos são em inglês mais vale a pena conferir.*

abração

11 de dez de 2011

Será que um dia os endereços MAC irão se esgotar ?


Será que como ocorre com os endereços IPv4, enfrentaremos a escassez de endereços MAC algum dia ???

Dificilmente isto irá ocorrer, primeiro por quê os 48 bits de um MAC Address representam um número MUITO MAIOR de combinações: 2^48=281.474.976.710.656 de endereços possíveis.

Além disso, endereços MAC só tem significado local, ao contrário dos endereços IPs globais, e até poderiam ser repetidos, uma vez que, a cada salto, os endereços MAC de origem e destino mudam mas o IPs permanecem os mesmos de ponta a ponta, identificando de forma única cada host.

Acredito também que os fabricantes de placas de rede poderão reaproveitar números de série antigos (se é que já não fizeram isto), já que as primeiras placas de rede já devem ter ido para a lata de lixo há muito tempo !

Por fim, podemos concluir que a tecnologia Ethernet tem reinado nos últimos 30 anos e parece ainda ter muita vida pela frente e não será pela escassez de endereços que ela terminará um dia

Até o próximo post !

6 de dez de 2011

Realizando console via porta auxiliar

Vamos imaginar o seguinte cenário: Estamos realizando um troubleshooting remotamente, por exemplo, estamos no estado de São Paulo e o ambiente em que estamos realizando o troubleshooting encontra-se em uma cidade do nordeste, tais como Recife. Por algum motivo ainda desconhecido um equipamento qualquer, seja um roteador ou um switch, deixa de estar acessível para o troubleshooting. Em conjunto com um técnico local reiniciamos o equipamento, acreditando que o mesmo tornaria operacional novamente, mas infelizmente o equipamento continua sem acesso. Neste caso uma das possíveis soluções é a utilização de um técnica conhecida como reverse telnet.A técnica do reverse telnet utiliza a porta auxiliar do equipamento, que você possui acesso para acessar a porta console do equipamento que está inacessível. Será necessário realizar a configuração da porta auxiliar e utilizar um cabo do tipo "rollover" para conectar ambos os equipamentos.

A configuração é simples e deverá ser configurada conforme exemplo abaixo:

interface Loopback0
ip address 192.168.100.1 255.255.255.255

line aux 0
password cisco
login
modem InOut
transport input all
stopbits 1

O acesso será feito utilizando o comando telnet, conforme exemplo abaixo:

-Primeiro passo é descobrir qual é o Tty atribuido a porta auxiliar

Router#show line
Tty Typ Tx/Rx A Modem Roty AccO AccI Uses Noise Overruns Int
* 0 CTY - - - - - 3 0 0/0 -
65 AUX 9600/9600 - inout - - - 2 0 3832/458137 -
66 VTY - - - - - 1 0 0/0 -
67 VTY - - - - - 0 0 0/0 -
68 VTY - - - - - 0 0 0/0 -
69 VTY - - - - - 0 0 0/0 -
70 VTY - - - - - 0 0 0/0 -

Line(s) not in async mode -or- with no hardware support:
1-64

Router#

-Segundo passo é realizar o telnet utilizando a porta 20xx, onde o xx representa o número do Tty

RouterGateway# telnet 192.168.100.1 2065

Router#telnet 192.168.100.1 2065
Trying 192.168.100.1, 2065 ... Open


User Access Verification

Password:
Password OK

R2#

-Observação: Para retornar ao equipamento principal, utilize uma das sequencias de tecla listado logo abaixo:

CTRL+SHIFT+6 x ou CTRL+ALT+6 x (Dependerá da aplicação que você estiver utilizado, quem utiliza Minicom a segunda opção é a correta)

-Ao retornar para o equipamento principal, utilize o comando clear para realizar a desconexão com o outro equipamento

Router#clear line 65
[confirm]
[OK]
Router#

Esse laboratório fora realizado utilizando dois roteadores modelo Cisco 2610 e um cabo rollover da própria Cisco, cabo esse que é similar ao console da Cisco, a única diferença é que ele possui RJ45 nas duas pontas.

O uso do reverse telnet não é exclusivo de equipamentos Cisco, servidores com Linux, por exemplo, também podem usufruir desse benefício.

VSAT - Detalhes Técnicos 1

Olá pessoal, no dia 21/09/2011 escrevi sobre a "mágica" de estar em dois lugares ao mesmo tempo (veja o post). Hoje vou mostrar alguns detalhes mais técnicos sobre o VSAT.




O que é VSAT afinal... A sigla VSAT significa Very Small Aperture Terminal. É uma estação de satélite de duas vias que pode ser terrestre ou marítma, composta por uma uma antena no formato de "prato" (ou dish) e que não chega a 3 metros de diâmetro, sendo que a maioria varia entre 75cm e 1,2m.

Além desses componentes, existem:
- Block upconverter (BUC)
- Low-noise block converter (LNB)
- Orthomode transducer (OMT)
- Interfacility Link Cable (IFL)
- Indoor unit (IDU)

As velociades tipicamente podem variar entre 56Kbps e 4MB. O VSAT acessa satélites em órbita geoestacionárias para transmitirem os dados de um ponto a outro da Terra. Na África, o custo disso é muito elevado (cerca de US$ 5500,00 para aproximadamente 2Mbps)! Ou seja, internet razoável lá, só para as grandes empresas ainda.

3 de dez de 2011

As 75 Melhores Ferramentas de Segurança para Sistemas em Rede

As melhores Ferramentas de Segurança projetadas para os Sistemas Operacionais Windows, Linux e FreeBSD.

Esta dica veio da Márcia Florentino, minha esposa, que está participando do GTS 18, evento voltado para Segurança da Internet no Brasil promovido pelo NIC.br.

Algumas ferramentas são famosos clássicos como o NMAP e há também algumas novidades. Vale a pena conferir:

http://insecure.org/tools/tools-pt.html

Have Fun !!!

29 de nov de 2011

Como realizar upload de IOS para um roteador sem o uso do TFTP ou FTP?

Em determinadas situações não temos condições de utilizar um serviço de TFTP ou FTP, seja por não estar implementado ou pela falta de regras de segurança, para disponibilizar o IOS no roteador. Nessas condições poderemos utilizar o protocolo SSH, pois hoje é comum encontrar equipamentos configurados com SSH para acesso remotoMas o protocolo SSH também possui recursos para transferência de arquivo?

A resposta é não, pois o SSH é um protocolo que será responsável pela autenticação e segurança da comunicação. O protocolo responsável pela transferência de arquivo chama-se SCP que é basicamente idêntico ao protocolo rcp do BSD. Diferentemente do rcp, os dados são cifrados durante a transferência, para evitar que potenciais sniffers possam extrair informações dos pacotes.

O protocolo SCP apenas implementa a transferência de arquivos. Ele o faz conectando-se ao host usando SSH e lá executando um servidor SCP (scp). O programa do servidor SCP geralmente é exatamente o mesmo programa que o cliente SCP.

A configuração realizada no roteador é simples e você poderá realizar o upload independente do sistema operacional. O único requisito é ter um programa que seja cliente do SCP, no Windows existe o WinScp e no Linux o comando scp.

Nas próximas linhas encontraremos a configuração que deverá ser realizada no roteador:

Os comandos abaixo devem ser aplicados no modo de configuração global

aaa new-model
aaa authentication login default local
aaa authorization exec default local
username sshcisco privilege 15 secret 0 sshcisco
hostname RouterSSH
domain-name sshcisco.com.br
crypto key generate rsa
ip ssh time-out 120
ip ssh authentication-retries 3
ip scp server enable

Referências:
http://www.cisco.com/en/US/docs/ios/12_2t/12_2t2/feature/guide/ftscp.html

http://www.cisco.com/en/US/docs/ios/sec_user_services/configuration/guide/sec_secure_shell_v2.html#wp1082562

http://pt.wikipedia.org/wiki/Unix_SCP

30 de out de 2011

Vlan Shutdown versus Vlan Suspended


Qual a diferença entre usar os comandos shutdown e state suspended numa vlan ???

Esta discussão surgiu na última aula do curso CCNP Switch que estou ministrando no SENAC Consolação.Quando usamos o comando abaixo:

R1(config)# vlan 10
R1(config-vlan)# shutdown

Todas as interfaces associadas com aquela vlan ficam inativas, mas isto tem apenas escopo local. Imagine que este Switch seja um VTP Server com vários Switches VTP clients abaixo dele. É possivel "suspender" uma vlan e propagar este estado via links de trunk através do anúncios do protocolo VTP usando o comando abaixo:

R1(config)# vlan 10
R1(config-vlan)# state suspended

Como os Switches client não podem entrar na vlan 10 e mudar seu estado, somente o Switch VTP Server poderá reativar a vlan 10 usando:

R1(config)# vlan 10
R1(config-vlan)# state active

Lembrando que é possivel deixar uma vlan shutdown a suspended ao mesmo tempo.Agora, é só montar um cenário e testar os comandos (use show vlan brief para conferir o estado das vlans)

Have Fun !

27 de out de 2011

VM e livro para quem quer aprender JunOS


Faça o download de uma VM Olive pronta para testar os comandos do JunOS e, de quebra, baixe o Junos CookBook para se tornar JNCIA...

Há algum tempo venho acompanhando posts na Internet falando sobre o uso do Olive (uma espécie de GNS3 para imagens Juniper) e, num dos treinamentos do curso de IPv6, um aluno me passou uma imagem instalada, pronta para uso.

Como a imagem ter cerca de 4Gb de tamanho, fiz o upload da mesma no 4shared dividindo-a em 3 arquivos distintos.Segue abaixo o links dos arquivos contendo a imagem do JunOS:

http://www.4shared.com/file/XcrTYGQ_/Olive_R1part1.html

http://www.4shared.com/file/5p7pWBbV/Olive_R1part2.html

http://www.4shared.com/file/FfoU_X4s/Olive_R1part3.html

Para aprender mais sobre os comandos, baixe o livro no link abaixo:

http://www.4shared.com/file/OIkGMmL8/OReillyJUNOSCookbookApr2006__1.html

Have Fun !!!

25 de out de 2011

Conheça o Projeto o3b


Rede promete aliar o alcance do Satélite com a velocidade da Fibra ...

O Projeto 03b (Other Three Billion) é uma iniciativa de grandes empresas globais como o HSBC e o Google que tem o ambicioso objetivo de prover conectividade para mais de 3 bilhões de pessoas que hoje não tem acesso a banda larga.

8 Satélites espalhados pelo órbita do planeta a uma distância de cerca de 8.000 KM da superficie da Terra seriam os responsáveis por prover a conectividade. Para serviços que suportem altas latências, parece ser algo muito atrativo, mas para aplicações como VoIP imagino que o delay ainda seja muito alto !

No Brasil, a região amazônica é o alvo mais provável para usufruir deste serviço.

Para saber mais sobre o asunnto, acesse:

http://www.o3bnetworks.com/

Packet Tracer Master Topology


Teste as principais novidades da versão 5.3 do Packet Tracer num cenário super completo.

Vasculhando meus e-mails encontrei dois WebCasts que foram criados para demonstrar aos Instrutores do NEtacad as principais inovações do Packet Tracer 5.3 São duas horas de video testando os novos recursos (em inglês).

O mais legal é que o palestrantre, Jose Esquivel, disponibilizou o arquivo .PKT usado para download. Vale a pena conferir !

Para assistir os videos, escolha:

Master Topology - parte 1

Master Topology - Parte 2

Para baixar a topologia Master Topology clique aqui!


24 de out de 2011

Por quê não um Packet Tracer Open Source ???


Se o código-fonte do Packet Tracer estivesse aberto a comunidade, seu desenvolvimento seria mais rápido ???

Semana passada estava criando exercicios com DHCPv6 usando o Packet Tracer 5.3.2 e descobri alguns bugs na implementação do mesmo. Pensei eu, se fosse um programa open source alguém poderia já ter contribuido para sanar isto !

E por quê não é ??? Há algum tempo atrás um Blog americano encabeçou uma petição, uma espécie de abaixo-assinado na Internet pedindo a liberação de uma versão educacional do IOS para fins acadêmicos, o que até agora não foi atendido e tem pouca probabilidade de ocorrer.

Quando se fala de IOS, até se entende que alguém poderia usar para outros fins que não didáticos, mas, e quanto ao Packet Tracer ? A ferramenta é um freeware com recursos fantásticos, não só para emular os comandos mas também para exibir toda a mensageria trocada entre os hosts durante o funcionamento dos protocolos (coisa que simuladores como Dynamips/GNS3 ou mesmo o IOU não são capazes de fazer).

Por quê não liberar o código-fonte ? Será que a Cisco almeja em algum momento tornar o velho Packet uma ferramenta comercial ? Se fosse open source, tenho certeza de que logo os comandos não suportados logo seriam implementados pois a comunidade de software livre na Internet não dorme !!!

Será que não poderiamos exercer pressão para que um dia isso ocorra ?

Abs,

13 de out de 2011

Cisco Live 2011 em Acapulco


Inscrições abertas para o Cisco Live Virtual em Acapulco - México. Participe do evento on-line e baixe todo o material gratuitamente.

Fuçando um pouquinho mais na Internet descobri que haverá um Cisco Live no próximo mês (novembro). Para se cadastrar e particpar gratuitamente do evento, pode-se usar o mesmo login e senha criados paraq quem já se cadastrou na edição 2012 do evento em Londres, conforme havia descrito no post anterior.

Clique aqui e confira !

Grande abraço !!!

12 de out de 2011

Cisco Live 2012 - Inscrições Abertas !


Inscreva-se gratuitamente e tenha acesso a todo o material do Cisco Live 2012 - evento promovido pela Cisco em Londres, no início do próximo ano.

Para aqueles que gostariam de ir para Londres nas Férias do início do ano assistir ao Cisco Live mas não podem, uma boa noticia:

É possivel inscrever-se gratuitamente e ter acesso aos mais de 400 PDFs das sessões técnicas apresentadas durante o evento.



Eu já fiz a minha inscrição, e vc ? O que está esperando ? Clique aqui !

Grande Abraço !!!

4 de out de 2011

Lançada nova versão do CPQRG !


Lançado em 02 de outubro, a nova versão do Cisco Product Quick Reference Guide trás uma série de informações detalhadas de produtos e serviços Cisco. Vale a pena conferir !!!



Faça o download gratuito do PDF no link abaixo:

https://www.nationsprint.com/clients/cpqrg/regsite/CPQRG_October_2011.pdf

PS: Também é possivel solicitar uma versão impressa do Guia no link abaixo:

http://www.cisco.com/en/US/prod/qrg/index.html

Have Fun !!!

2 de out de 2011

Construindo Vlabs com o Animation Editor


Animator Editor é uma ferramenta para autoria de Tutoriais de Redes com Animação, extremamente simples de usar. Confira aqui o que vc pode fazer com ele...

Com o AE vc será capaz de:

- Criar uma topologia, configurar nós, interfaces, e links.
- Criar um pacote, especificar seus cabeçalhos e movê-los entre os nós.
- Criar tabelas para hosts, switches, e routers. Adicionar e deletar entrdas em tabelas como ARP cache, MAC table, routing table, OSPF LSDB, HSRP state e muito mais.
- Criar janelas de mensagem para exibir comandos de configuração
- Publicar arquivos de animação no Site do AE ou abri-los em seu Desktop.

A versão 0.6 do Software é gratuita mas só pode ser usada on-line, ou seja, vc terá que criar e armazenar seus projetos no espaço web destinado a sua conta.

A versão paga permite rodar as animações em seu Desktop, maiores informações de como adquiri-la, contate: visualland111@gmail.com (em inglês).

É possivel também usar arquivos criados no Dynamips para alimentar seus projetos na versão paga.

Baixe o tutorial de como usar os recursos do AE no link abaixo:

www.visualland.net

Have Fun !!!

27 de set de 2011

Laboratórios Virtuais Microsoft


Hoje ví um post interessante no blog do meu amigo Rogério Molina e resolvi compartilhar com vocês. Normalmente a gente fala aqui de ambientes de simulação/emulação para Cisco, mas hoje apresento uma página da Microsoft que disponibiliza um Lab virtual online. Esta é uma dica interessante para aqueles que estão se preparando para as provas de certificação Microsoft, necessitam executar testes práticos e não possuem um ambiente para tal.

A Microsoft disponibiliza um ambiente de laboratórios virtuais via Hyper-V que pode ser acessado via Web, abaixo segue o link de acesso para o mesmo....
http://technet.microsoft.com/pt-br/virtuallabs/ee862412

Fonte: http://mctnet.blogspot.com

Um abraço,
Sandro Leite.

26 de set de 2011

Visualizando os 128 bits do IPv6


Página Web com um modelo que permite visualizar um endereço IPv6 em binário e em hexadecimal

Ministrando cursos de IPv6 pelo NIC.br notei que uma das maiores dificuldades de se trabalhar com os bits do novo protocolo da Internet é visualizar os oito duoctetos que compõem sua estrutura.

Há algum tempo vinha usando uma planilha eletrônica criada pelo Adilson Higa, da Telefonica, que usa as funções decahexa e hexabin para demonstrar isto, mas o maior problema é que as funções não funcionam no Open Office e nem mesmo em versões mais antigas do Excel.

Queria algo que pudesse ser inserido numa página web e lancei este desafio no grupo de ex-alunos do Ceptro, departamento do NIC que coordena o curso IPv6 básico.

O Giovane Heleno encarou o desafio e o resultado está mostrado na figura acima. Digitando-se qualquer sequência de 4 bits é possivel definir os simbolos hexa do endereço e, alterando-se o valor em hexa, a nova sequência de bits é exibida.

Confira no link abaixo:
http://www.giovane.pro.br/ipv6/

Muito bom trabalho Giovane !!!

21 de set de 2011

Na Internet é possível estar em dois lugares ao mesmo tempo!


Olá todos! Depois do meu último post no dia 22/06, fiquei totalmente ausente do blog... muito corrido com os projetos entre Brasil e África, mas hoje eu volto para falar de algo simples mas interessante. As estatísticas dos blogs, os informativos de origem de acesso e os rastreadores de IP podem apresentar um falso positivo quando se trata de localização geográfica. No oeste africano, em países como Libéria, Guiné, Serra Leoa, etc... um dos únicos meios de acesso à internet é por satélite (VSAT) e as opções de provedores são poucas.
Fato é que eu contratei uma empresa local que ofereceu acesso por meio de um provedor que se conecta ao Reino Unido. Ótimo, mais qualidade e também uma forma de fugir dos provedores que do norte da África, normalmente ligados aos do Oriente Médio. No entanto, ao acessar as estatísticas do NetfindersBrasil, hoje, clicando em Público -> Agora, apareceram 14 acessos do Brasil e 4 do Reino Unido... Mas nenhum da África! Ou seja, meu sinal de internet vai para um satélite que está sobre o oeste da África mas que envia sinal para a base na Inglaterra (http://www.skyvision.net). Ou seja podemos estar recebendo visitas de vários outros países que nunca serão devidamente listados! Por isso, caros leitores internacionais, não deixem de comentar os posts e informar de que país estão acessando. Ok?
É isso, um abraço a todos!
Sandro Leite.

20 de set de 2011

Automatizando tarefas no Software Junos

Atualmente as equipes de operação e gerência de redes estão buscando automatizar tarefas, que ainda são manuais e passíveis de erro humano. A Juniper Networks possui um recurso em seu sistema operacional Junos que vem de encontro com essa necessidade, ou seja, é possível um administrador elaborar alguns scripts para automatizar algumas tarefas que antes eram feitas manualmente, com o objetivo de provêr mais segurança durante a execução das mesmas. O recurso de automatização da Juniper é conhecido como Commit Scripts baseado em duas linguagens, sendo a primeira uma linguagem que obtém informações extraidas de um determinado local do sistema e o transforma em XML chamada Extensible Stylesheet Language Transformations (XSLT) e a segunda uma linguagem alternativa para o XSLT chamada Stylesheet Language Alternative Syntax (SLAX).

O commit script impõe regras customizadas de configuração, com o objetivo de validar a configuração que está sendo submetida com o comando "commit", por exemplo. Caso a configuração não esteja de acordo com as regras do Commit Script, algumas ações podem ser tomadas, tais como:

Gerar uma mensagem de erro customizada
Gerar uma mensagem de alerta customizada
Gerar uma mensagem no sistema de log (syslog)
Alterar a configuração errada

Plataformas que suporta a caracteristica:

* J Series
* M Series
* MX Series
* T Series
* EX Series

3 de ago de 2011

IPv6 na Linux Magazine 81


Dia 08 de agosto chega as bancas a Linux Magazine de numero 81 contendo um artigo sobre IPv6 escrito por mim... Vale a pena conferir !!!

Pessoal, vcs devem ter notado que o NetFinders ficou bem parado no mês de julho. Peço desculpas a todos mas é que estas Férias foram bem corridas para mim.

Estou viajando por todo o Brasil ministrando cursos de IPv6 juntamente com a equipe do NIC.BR, escrevendo um livro sobre o assunto que em breve será lançado pela Linux New Media e ainda tive de arrumar um tempinho para escrever um artigo para a edição de agosto da Linux Magazine sobre o novo protocolo da Internet.

A revista chega as bancas dia 08 de agosto, o foque do artigo é descrever como prover conectividade IPv6 ao usuário final por meios de túneis automáticos.

Bom... não vou contar toda a estória para não estragar a surpresa ! rs rs rs

Postem aqui o que vcs acharam do artigo após a leitura.

Have Fun !!!

27 de jul de 2011

Curso de Segurança em IPv6




Segurança em Redes IPv6 ainda é algo muito nebuloso e há muito o que aprender sobre o assunto. O que contribui muito para isso é o fato de que todas as Melhores Práticas de Segurança estão relacionadas a IPv4 e não a IPv6.

O Fernando Gont montou um curso que parece ser muito interessante
sobre IPv6, enfatizando aspectos de segurança. Vale a pena conferir !

O último curso ministrado pelo Fernando ocorreu em Paris no mês passado no evento Hacking in Paris, o material está disponível para download em:

http://www.es.hackingipv6networks.com/trainings-anteriores

Haverá uma edição do curso em São Paulo, nos dias 31 de Outubro e 01 de
Novembro, em conjunto com a Conferência Hackers to Hackers (H2HC -
http://www.firewalls.com.br/index.php).

9 de jul de 2011

Cisco Data Center Design & Deployment 2011 - Brasil

Faça o dowanload das apresentações do Cisco Data Center Design & Deployment 2011 - Brasil, a 5ª edição do melhor evento técnico de Data Center do mercado latinoamericano, no qual especialistas da Cisco e de outros fabricantes compartilharam as últimas tendências e melhores práticas em arquitetura de Data Centers considerando as áreas de redes, armazenamento, servidores, infraestrutura e virtualização fim-a-fim.

Documentos Disponiveis:

Data Center Design & Deployment 2011 - · Arquitetura de Data Centers Virtuais · Evolução das redes de Data Center · Virtualização de Servidores

Data Center Design & Deployment 2011 - · Serviços Virtualizados · "Unified Fabric" · Interconexão de Data Centers

Data Center Design & Deployment 2011 - · Computação Unificada · Aplicações e a Computação Unificada · Computação em Nuvem

Data Center Design & Deployment 2011 - Apresentação SAP

Data Center Design & Deployment 2011 - Exercício

Para fazer o download, cadastre-se em:

https://ciscosales.webex.com/ciscosales-pt/portal/1038657


23 de jun de 2011

Surge um novo Emulador de Redes


O Common Open Research Emulator - CORE - é capaz de criar cenários bem realistas e suporta features muito interessantes

Utilizando Free BSD como máquina base e roteamento baseado nos processos do Zebra/Quagga para criar roteadores virtuais, o CORE parece ser uma ferramenta muito interessante para aqueles que querem criar cenários para estudo ou simulações de suas redes.

Mais do que um simples Simulador, o CORE trabalha com Roteadores Virtuais reais e, por usar o Zebra, não precisa de um IOS especifico e nem precisa que se gere um Idle PC o tempo todo como ocorre com o GNS3.

Para aqueles que estão habituados com a CLI dos Routers Cisco, a sintaxe é muito semelhante, o único incoveniente é ter que carregar os módulos de roteamneto OSPF, BGP e outros a parte do Sistema Operacional Base.

Baixei a máquina virtual disponivel para rodar no VMWARE e estou gostando muito. Há uma série de exemplos com redes montadas com cenários de Wireless, iBGP e eBGP, OSPF e muito mais.

Vale a pena conferir:

http://cs.itd.nrl.navy.mil/work/core/

Agora, só falta pessoas da area estudando a ferramenta e desenvolvendo novos cenários.

Alguém ai se habilita ???

Grande Abraço !

22 de jun de 2011

NetFindersBrasil na África !!!




Sandro Leite, o fundador deste Blog, encara o desafio de trabalhar com infra-estrutura de TI em um projeto que abrangerá o Continente Africano.

Parabéns Sandro, tenho certeza de que este novo projeto lhe trará muito frutos. Um novo continente com tudo por fazer e cheio de oportunidades.

Estamos aqui torcendo por vc !!! :)

14 de jun de 2011

Estrutura de Transição IPv6 - Visão Corporativa


Estava dando uma olhada na revista CIO.com e eles trazem uma reportagem interessante sobre a transição, com uma abordagem executiva.Eles começam citando as "10 Coisas a Saber sobre a Mudança para o IPv6"... mas o interessante é que eles fazem uma citação técnica (citando tunnel broker, ISATAP, NAT64, CGN, dual-stack, DS-Lite, ALG, NAT-PT, IPv4-mapped addressing, SLAAC, etc.), analisam o World IPv6 Day, falam dos desavios de convencermos os chefes e como rodar IPv4 e IPv6 em paralelo.

Fonte: CIO.com

Um abraço,
Sandro Leite

13 de jun de 2011

Juniper oferece 50% de desconto para certificação

O programa Fast Track oferece 50% de desconto para os candidatos as certificações JNCIA-Junos, JNCIS-ENT e JNCIS-SEC. Atualmente estou-me preparando para obter a certificação JNCIA-JUNOS. O programa Fast Track oferece todo material em seu portal Web e o primeiro passo é assistir o WBT (Web-based Training), ou seja, um vídeo sobre a Fundamentos em Redes. Para maiores informações acesse http://www.juniper.net/fasttrack

9 de jun de 2011

World IPv6 Day - Resumo da Ópera


Ontem (08/06/2011) foi realizado o Dia Mundial do IPv6, durante 24 horas vários sites disponibilizaram seu conteúdo em IPv6 para o grande público com o intuito de testar o funcionamento do novo protocolo da Internet.

Ao contrário das previsões apocalípticas de muitos, que profetizaram que grupos hackers iriam se aproveitar do World IPv6 Day para gerar mega-ataques e derrubar boa parte da Internet, o dia trancorreu tranquilamente sem grandes problemas.

O relatório final com os numeros do IPv6 Day no Brasil ainda estão sendo compilados pelo NIC.BR mas já podemos chegar a duas conclusões importantes:

O tráfego IPv6 dobrou de tamanho durante o periodo de testes, apesar dele ainda ser desprezivel se comparado ao trafego IPv4 que ainda representa mais de 99,5% do tráfego mundial.

Os maiores players do mercado que aderiram ao dia de testes (Google, UOL, Terra e outros) tiraram o serviço do ar dos seus sites principais a meia-noite, mas muitas empresas e provedores de pequeno e médio porte mantiveram o IPv6 e pretendem mante-lo no ar, o que pode contribuir para acelerar o processo de adoção do novo protocolo de forma permanente.

Para verificar se a sua conexão com a Internet suporta IPv6 acesse:

http://test-ipv6.com.br/

Para validar o suporte de site a IPv6 utilize:

http://validador.ipv6.br/

Acompanhe novidades sobre o IPv6 Day nas Redes Sociais:

no Twitter:

- usando as hashtags #diadoipv6 e #worldipv6day

no chat:

- sala #ipv6.br da rede Freenode do IRC, ou, via web:
http://www.ipv6.br/bin/cgiirc/irc.cgi

Maiores Informações:
http://idgnow.uol.com.br/blog/circuito/2011/06/08/ipv6-day-trafego-com-novo-protocolo-dobra-durante-o-teste/

7 de jun de 2011

Desafio sem Fronteiras da Cisco


Teste seu conhecimento sobre as soluções Cisco Borderless Networks para uma chance de ganhar uma viagem para duas pessoas para Acapulco, México; Lima, Peru; ou Londres, Inglaterra, e um ingresso para assistir o Cisco Live! E mais: você ainda pode ganhar um Nintendo 3DS, uma câmera Flip ou o novo roteador Linksys!.

Antes de completar o Desafio Cisco Borderless, veja o último episódio com Ike Theodore (IT) Willis e uma edição especial do TechWiseTV.
Saiba mais sobre os últimos lançamentos de Borderless Networks:

•Melhore a escalabilidade das políticas de segurança em toda rede;

•Entregue vídeo sem complexidade;

•Controle dispositivos com e sem fio, com o gerenciamento unificado.

Dica: a maior parte das respostas do desafio estão na edição especial do TechWise TV e na animação com a personagem de TI Ike.
Inscreva-se e veja agora

4 de jun de 2011

Será que todos os equipamentos Cisco suportam IPv6 ???

Os Roteadores, Switches e Firewalls Cisco tem suporte ao IPv6 há um bom tempo, mas ainda há algumas incompatibilidades a serem resolvidas.

A falta de suporte ao IPv6 ainda é constatada em produtos e serviços voltados a Datacenters e Redes WAN, sendo os mais importantes:

Cisco Wide Area Application Services (WAAS) - Soluções para otimização de links WAN
Cisco IronPort - Appliances voltados para Segurança de Servidores Web e E-mail
Cisco ACE - Soluções para balanceamento de carga em Clusters de Servidores Web

Verdade seja dita que a Cisco vem trabalhando para tornar seus produtos 100% compativeis com o novo protocolo da Internet, exemplos disso não faltam:

Quase toda a linha Nexus (com exceção do Nexus 1000V) já suportam IPv6 .

Firewalls Cisco ASA que até o ano passado ainda não suportavam IPv6 failover agora já o fazem.

IPv6 VPN já é suportado em redes MPLS.

Mesmo assim, tenho ouvido várias críticas com relação aos protocolos de redundância de primeiro salto, como HSRP e VRRP. O provedor Terra, por exemplo, teve que desistir de implementsar VRRP e usar HSRP em seu lugar pois o primeiro ainda não possui suporte ao IPv6 nas caixas Cisco.

Para as empresas que estão planejando o processo de transição de suas redes, é importante verificar que serviços ainda estão a espera de uma solução para os problemas relatados aqui.

Fonte:

http://searchenterprisewan.techtarget.com/news/1518449/Are-all-your-WAN-devices-and-services-ready-for-an-IPv6-migration

http://blog.ioshints.info/2010/11/ipv6-in-data-center-after-year-cisco-is.html

3 de jun de 2011

Você sabe qual é o tamanho da internet?


Estudo aponta que, a cada hora, o tráfego da internet hoje consome informação que poderia ser armazenada em 7 milhões de DVDs. Em 4 anos, esse número vai quadruplicar.

São Paulo - Ele existe e todo mundo imagina que seja (quase) imensurável, mas, afinal, qual o tamanho do universo da internet? A estimativa é de que, hoje, o tráfego de dados na internet produza por hora informação suficiente para ser contida em 7 milhões de DVDs.

E esse universo atual ainda deve ser expandido quatro vezes mais. É o que divulgou a Cisco, nesta quinta-feira (2), em seu estudo anual Visual Networking Index, com base em dados coletados por provedores de internet.

Em 2015, segundo o estudo, serão 966 exabytes (unidade que corresponde a 1,000,000,000,000,000,000 bytes) de informação consumidos, o equivalente a 28 milhões de DVDs preenchidos por hora.

Para se ter uma ideia da velocidade no aumento do consumo, os dados apontam que somente o aumento do tráfego entre 2014 e 2015 já será maior do que todo a informação que circulou na internet em 2010.

Os usuários serão os grandes responsáveis por esse aumento, com 87% do crescimento na circulação de dados pela internet nos próximos quatros anos, segundo o estudo.

A explosão do tráfego da web acontecerá, principalmente, via vídeos online, além da expansão do wireless.

A demanda por vídeos online saltará para 61% de todo o tráfego de internet, de acordo com a Cisco, comparado com 40% do total usado para vídeos hoje.

Brasileiros com vídeos

O Brasil estará entre os países com maior crescimento no consumo de vídeos pela internet. A projeção é de que, em 2015, 49,6 milhões de brasileiros estarão conectado à internet para consumir vídeos online, contra os 26 milhões de 2010.

O número só fica atrás da China (501 milhões de usuários), Estados Unidos (180 milhões) e Índia (70 milhões). Veja os países com maior quantidade de usuários de vídeos na internet em 2015:



Fonte: http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/voce-sabe-qual-e-o-tamanho-da-internet

1 de jun de 2011

IPv6 no Networkaridade


O que ? II NetworKaridade – Tecnologia, Networking, Sorteios e Calor Humano
Quando ? 11 de Junho de 2011, das 12:00 hs às 18:30 hs
Onde ? Auditório da Faculdade BandTec (Rua Estela, 268 – São Paulo – SP)

Os blocos disponiveis de endereços IPv4 estão chegando ao fim e com eles uma nova era de oportunidades e desafios surge para os profissionais de TI.

No dia 11 de junho, as 16:00 horas, estarei discutindo com os participantes do II Networkaridade como a Implantação do novo protocolo da Internet afetará as nossas vidas e o crescimento da Rede Mundial.

Vc, amigo leitor, está convidado a participar do evento e a sanar suas dúvidas:

Que oportunidades profissionais esta migração trará ?

Como vc pode se preparar para aproveitar estas oportunidades ?

O que muda para os usuários, empresas e operadoras ?

Participe ! Opine ! Divulgue !

Maiores informações sobre o evento:
http://www.cloudcampus.com.br/pt/html/networkaridade/

Vejo vcs por lá !!!

31 de mai de 2011

Vc já ouviu falar de Proxy ARP ???


Sempre que uma máquina não possui gateway, ela não pode acessar redes externas, certo ? ERRADO !!!

O Proxy-arp é um método onde um determinado host, que pode ser um router ou firewall por exemplo, responde um arp request em nome de outro host. Este protocolo (RFC-1027 http://www.ietf.org/rfc/rfc1027.txt) foi desenvolvido no final dos anos 80 pelo Departamento de Ciências da Computação da Universidade do Texas em Austin por necessidade deste em segmentar sua rede de computadores. Porém, naquela época, nem todos os devices de rede podiam ter seus endereços de redes subnetados, ou seja, um endereço classe A não poderia ser dividido em duas, três, doze, etc ... redes diferentes pois o dispositivo somente reconhecia a classe de seu IP.

Com o método de Proxy-ARP, foi possível que com um endereço de classe C configurado em diversos hosts com máscara padrão para esta classe fossem segmentados por routers ou firewalls que tivessem o método de Proxy-ARP implementado. Como exemplo de seu funcionamento, temos a topologia acima, onde o device Router possui o proxy-arp habilitado com o comando “ip proxy arp” na interface Ethernet1. Este comando é habilitado por default em devices Cisco, e é recomendado que esteja sempre desabilitado caso seu uso não seja necessário.


Muito bem , vamos abolir os gateways então ??? Nada disso !

Há muitas desvantagens em se usar constantemente Proxy ARP, entre elas o imenso Flooding de solicitações ARP em sua rede e problemas relacionados a segurança.

Fonte:
http://under-linux.org/blogs/rvsimoes/proxy-arp-o-que-e-e-como-funciona-546/

Servidores Cisco: Eles vieram para ficar ???


Já faz dois anos que a Cisco lançou a série UCS - Unified Computing System, com poderosas Blades para rodar em Datacenters competindo com velhos aliados como a IBM e a HP. Mesmo com a crise que se abate sobre a Gigante das Redes, será que os Servidores Cisco já conquistaram seu lugar ao sol ???

A idéia de lançar um novo sistema que unisse computação, rede, acesso a storage e virtualização em um único sistema coeso foi vista inicialmente como loucura e muito criticada pela imprensa especializada, chegava-se a especular que este seria o principio do fim para a empresa.

Os números divulgados pela Cisco quanto a utilização de Servidores Cisco são muito animadores: Blades Cisco são hoje 10% do mercado mundial e 20% do mercado norte-americano, mas há uma conta que não fecha:

Nos últimos tempos a Cisco ampliou muito suas vendas mas não o seu lucro liquido, o que deixou seus acionistas muito descontentes e provocou mudanças na companhia, conforme vem sendo anunciadas por seu CEO, John Chammbers.

Mesmo sendo um bom produto, os Servidores Cisco continuarão a competir no mercado ? A história da Informática tem inúmeros exemplos de tecnologias que tinham tudo para decolar mas não o fizeram.

A própria IBM deixou de se fabricar hardware para vender serviços, o que a Cisco irá fazer ? Continuar a investir somente em Roteadores & afins, onde ainda é líder mundial, ou manter os investimentos em novos mercados onde ela ainda não é majoritária, como no segmento de Servidores.

Alguém ai já trabalhou com blades Cisco ???

Fonte: Na verdade, quem me "cutucou" com este assunto foi o Leandro da VIVO em BH, o qual conheci na última turma do NIC.BR de IPv6 que ocorreu por lá, mas o link por ele enviado sobre o assunto segue abaixo:

http://blogs.cisco.com/datacenter/cisco-servers-they-said-ucs-would-never-succeed%E2%80%A6/?q4067082=1

28 de mai de 2011

Essentials of CCNP Webinar


Evento on-line transmitido via Webex destaca as tecnologias e os temas que os candidatos devem dominar para se tornarem CCNP...

No dia 8 de junho, quarta-feira, a Cisco apresenta um informativo de 90 minutos focando o treinamento e a preparação para as Provas de ROUTE, SWITCH e TSHOOT, além de dicas sobre Certificações, carreiras e oportunidades para quem já é CCNP.

O mais interessante é que os especialistas que projetaram os exames CCNP estarão presentes falando os mesmos e trando dúvidas quanto ao conteúdo cobrado neles.

O único problema, o evento ocorre as 7:00 GMT, o que equivale, no horário de Brasilia, as 4:00 da manhã.

Para os que não puderem assistir assistir, eu espero que a Cisco disponibilize o link para acompanhar o evento off-line, como ocorre com o notório Quinta as Quinze.

Seja como for, já me cadastrei e espero conseguir levantar a tempo para acompanhar o evento. Faça o mesmo cliando em:

https://cisco.webex.com/cisco/onstage/g.php?d=208277204&t=a

Interfaces Cereais de Altaaa ... Despertam o Tigre em vc !!!


Uma coleção de pérolas coletadas junto aos alunos dos cursos de Redes de Computadores. Vamos rir um pouco !!!


Há mais de 10 anos venho ministrando disciplinas em cursos técnicos e tecnológicos de Redes de Computadores e algumas pérolas escritas pelo alunos destes cursos em suas provas e trabalhos foram marcantes, dentre elas:

DMZ - Zona Desmaterializada --> Teria algo a ver com a Zona Fantasma citada na TV e nos quadrinhos pelo Superman ???

Tráfico de Pacotes --> Haveriam Roteadores Traficantes ??? Que protocolos estariam encapsulados ??? Maconha, Cocaina ???

Regras de FireWell --> Fogo amigo, um Firewall camarada, que não tem regras tão rígidas assim.

A que eu acho mais interessante e que deu origem ao titulo deste post: Interfaces Cereais. De que tipo ??? sucrilhos kellogg's ou Corn Flakes ???

Não há como negar a criatividade na redação destes textos. Agora sei como se sentem os avaliadores do ENEM: Ganham pouco, mas se divertem muito !!!

E vc, conhece alguma outra pérola ???


Abs,

26 de mai de 2011

Tutorial de LISP no YouTube !!!



Dando sequência a discussão iniciada no post anterior, um video de mais de uma hora de duração com um dos pais do LISP explicando como este novo conceito pode revolucionar a infra-estrutura da Rede Mundial (pode-se usar legendas em português)

Meus agradecimento ao André Ortega, do blog http://www.brainwork.com.br/blog/, o qual sugeriu um outro video no youtube que me levou a encontrar este.

Fonte inesgotável de conhecimento essa Internet !

Have Fun !!!

24 de mai de 2011

Separando as funções de identificação e localização do protocolo IP


O protocolo LISP (Locator/Identifier Separation Protocol)se propõe a separar estas funções para facilitar o roteamento IPv4/IPv6 e já tem uma implementação Cisco

O protocolo IP, seja ele da versão 4 ou 6, tem duas funções básicas:
1) Identificar de forma única e exclusiva QUEM é um determinado host
2) Localizar ONDE o host está.

Pois bem, a Cisco em parceria com o IETF, está trabalhando em um novo protocolo de roteamento que divide estas funções e permite inclusive uma melhor cooperação entre IPv4 e IPv6. Sua sintaxe é:

Router(config)# router lisp
Router(config-router-lisp)# database-mapping EID locator priority (0-255) weight (1-100)


PS: Comando integrado ao IOS a partir da versão 15.1(4)M

Legenda:
EID - EndPoint Identifier --> bloco de endereços destinados a identificar hosts de forma única e exclusiva
Locator --> Endereço IP usado para identificar um caminho na tabela de rotas
priority --> preferência de saida por um dado locator (quanto menor, melhor)
weigth --> Quando há um EID com dois Locators de mesma prioridade, define como será o balanceamento de carga (valores em porcentagem).

Um exemplo de configuração segue abaixo:

Router(config)# router lisp
Router(config-router-lisp)# database-mapping 172.16.91.0/24 10.1.1.1 priority 1 weight 50

Router(config-router-lisp)# database-mapping 172.16.91.0/24 10.2.1.1 priority 1 weight 50

Router(config-router-lisp)# database-mapping 2001:DB8:BB::/48 10.1.1.1 priority 1 weight 50

Router(config-router-lisp)# database-mapping 2001:DB8:BB::/48 10.2.1.1 priority 1 weight 50

Como se pode ver, pode-se utilizar tanto endereços IPv6 quanto IPv4 para a publicação dos mapeamentos. Os endereços 10.1.1.1 e 10.2.1.1 são usados apenas como localizadores para os blocos de IPs anteriores e há um balanceamento de carga de 50% entre eles.

Para isto funcionar, é criado um novo header no pacote IP conforme exibido abaixo:



Ainda estou engatinhando no assunto, mas há vários pesquisadores da Cisco gastando muitas BHC (Bunda-Hora-Cadeira) neste assunto e acho que vale a pena se inteirar do que se trata.

Para saber mais, muito mais, acesse:

http://www.cisco.com/en/US/products/ps10800/products_ios_protocol_option_home.html

http://www.cisco.com/en/US/docs/ios-xml/ios/iproute_lisp/command/all_lisp_commands.html

http://www.cisco.com/web/about/ac123/ac147/archived_issues/ipj_11-1/111_lisp.html

Have Fun !!!

23 de mai de 2011

Batido recorde mundial de transmissão de dados



Feixe enciclopédico

Cientistas do Instituto de Tecnologia de Karlsruhe, na Alemanha, conseguiram codificar dados a uma taxa de 26 terabits por segundo, em um único feixe de laser, transmiti-los a uma distância de 50 km, e então descodificá-los corretamente.

Este é o maior volume de dados já transportados por um único feixe de raio laser.

O processo desenvolvido pelo grupo permite transmitir o conteúdo de 700 DVDs em apenas um segundo, ou transmitir até 400 milhões de chamadas telefônicas ao mesmo tempo.

Com este experimento, a equipe do professor Jürg Leuthold bateu seu próprio recorde de velocidade de transmissão de dados, obtido em 2010, quando eles superaram o limite mágico de 10 terabits por segundo.

Cálculo óptico

O novo sucesso do grupo foi obtido graças a um novo processo de decodificação de dados.

O método de decodificação opto-elétrico é baseado em um cálculo puramente óptico, a fim de quebrar a alta taxa de dados em taxas de bits menores, que podem ser processadas eletricamente.

A redução óptica inicial das taxas de bits é necessária, já que não existe nenhum método de processamento eletrônico disponível para uma taxa de dados de 26 terabits por segundo.

Para codificar os dados, a equipe usou a técnica chamada multiplexação por divisão de frequência ortogonal (OFDM: orthogonal frequency division multiplexing), um processo que tem sido usado com sucesso em comunicações móveis.

"Nosso resultado demonstra que os limites físicos ainda não foram ultrapassados mesmo com taxas extremamente elevadas de dados," disse Leuthold.

Fonte: site Inovação Tecnológica

Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves


Esta semana estou ministrando um curso de IPv6 em BH e olha só o que eu encontrei por aqui:

Desenhada por Oscar Niemeyer, a Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves foi inaugurada no início de março de 2010 em Minas Gerais. A “cidade” foi projetada para ser a sede do Poder Executivo estadual. Um Mega projeto com 11 mil Telefones IP, o maior case da Cisco na América Latina no gênero.

O texto abaixo foi publicado no ano passado, mas dá uma idéia da grandeza do projeto:

Projeto estimado em R$ 109 milhões foi vencido pelo consórcio formado pelas empresas NetService e pela Cimcorp, ambas revendas Cisco, também será responsável pelo gerenciamento do serviço VoIP.

Inaugurada em março último, a cidade administrativa da Minas Gerais, espaço que reúne todos os órgãos públicos do Governo do Estado de Minas Gerais, inovou ao contratar a infraestrutura de rede e de telefonia no formato de serviço.

O espaço foi dimensionado para acomodar cerca de 21 mil servidores públicos, e utiliza, como infraestrutura, tecnologias e conceitos de ponta, como é o caso da contratação feita junto ao consórcio formado pela Cimcorp e pela NetService, ambas revendas Cisco, para a aquisição da rede de dados e de telefonia no formato de serviço.

O projeto, orçado em R$ 109 milhões, acaba de ter a sua primeira fase concluída. A infraestrutura de rede permitirá a transmissão de dados e voz (telefonia IP - VoIP) simultâneos.

As empresas prestadoras do serviço cobrarão por telefone ativado e em funcionamento e por ponto de rede, incluindo o acesso sem fio e toda a infraestrutura de segurança da informação necessária ao ambiente.

“A participação da Cisco foi total no que se refere às redes de dados e de telefonia. O governo lançou edital no ano passado para que uma empresa fornecesse LAN, segurança, wireless LAN, e toda a infraestrutura de comunicações unificadas, onde entram 11 mil telefones”, conta Amos Maidantchik, diretor do setor público da Cisco.Em contrato, o governo de MG, estabeleceu que, ao final dos cincos anos, haverá a prerrogativa de posse dos equipamentos.

A rede possui 11 mil telefones IP e 20 mil pontos de acessos fixos, além de 333 access point espalhados pelos prédios, para permitir a conexão sem fio. “Cada cinco pessoas irão compartilhar três telefones. Obviamente, espera-se colocar um telefone para cada servidor, o que exigirá uma expansão do contrato”, diz Maidantchik.

Segundo ele, a rede foi composta com equipamentos de última geração e de alta capacidade. “Até cogitamos aliança com um fornecedor de telefones analógicos para baratear o projeto, mas no dimensionamento vimos que seria viável adotar telefones IP”, conclui, ao comentar sobre a facilidade de colaboração entre os órgãos estaduais, implementada pelo novo sistema de telefonia.


Isso é que é trem grande sô !!!

22 de mai de 2011

Palestra - IPv6 - Oportunidades e Desafios


No dia 11 de junho, as 16:00 horas, estarei participando da segunda edição do evento Networkaridade ministrando a palestra IPv6 - Oportunidades e Desafios
O objetivo é descrever os desafios para a implantação do novo protocolo da Internet que vem sendo acelerada devido ao esgotamento dos blocos IPv4 e, principalmente, apontar as oportunidades decorrentes para os profissionais de TI que irão trabalhar durante este processo de migração.

A entrada para o evento será um cobertor ou agasalho, que serão doadas para um Instituição Filantrópica.

Participe deste evento que trata de Tecnologia, Networking, Sorteios e Calor Humano.

Maiores Informações:
http://blog.ccna.com.br/2011/05/21/ii-networkaridade/

20 de mai de 2011

Inscreva-se para o webcast: VMware vCenter Configuration Manager



A VMware está promovendo neste mês de maio um webcast gratuito sobre o vCenter Configuration Manager. Faça sua inscrição aqui O VMware vCenter™ Configuration Manager coleta, armazena, corrige e gerencia as configurações de servidores e estações de trabalho, em ambientes físicos e virtuais. Com o vCenter Configuration Manager, você pode eliminar os problemas e as despesas associadas ao uso de várias ferramentas para gerenciar alterações, patches, configurações, correções e conformidade.Neste webcast enquanto serão discutidas as maneiras como o vCenter Configuration Manager pode ajudá-lo a aumentar a eficiência operacional, reduzir os custos e recuperar o controle de sua infraestrutura de TI física e virtual.
Participe deste webcast e saiba como o vCenter Configuration Manager soluciona alguns dos desafios diários de TI, inclusive:
Segurança e conformidade
Virtualização
CorreçãoGerenciamento de patchesGerenciamento de configurações e mudanças


Esta é uma ótima oportunidade para conhecer um pouco mais das soluções corporativas da VMware.

Estrutura do vCenter Server.

Aproveitem!

Um abraço,
Sandro Leite.

18 de mai de 2011

Quer ganhar um exame de Certificação gratuito ?


Participe da promoção na página oficial da Cisco no LinkEdin e concorra a um Exame de Certificação totalmente GRÁTIS...

No periodo de 09 a 31 de maio de 2011 a Cisco irá conceder um voucher de 100% para o vencedor de uma competição lançada em seu perfil no LinkEdin, basta se cadastrar e Criar um Post com o Titulo "Como uma Certificação Cisco ajuda em minha carreira".

O vencedor podera escolher qualquer exame Teórico, CCNA, CCNP ou CCIE.

Maiores informações no site:
https://learningnetwork.cisco.com/blogs/depth-of-field/2011/05/11/win-a-cisco-certification-written-exam

17 de mai de 2011

Certificações Cisco: Planos de Carreira


Douglas Falsarella, criador do site Imasters, fala sobre Certificações Cisco e dá dicas de como montar um Plano de Carreira

Como nós, enquanto profissionais, podemos nos manter atualizados frente às mudanças tecnológicas na internet e nas redes? A Cisco proporciona treinamentos extensivos aos profissionais de TI em todos os níveis, com o objetivo de ajudá-los a alcançar o sucesso e o desenvolvimento através das certificações.

Mas, diante das várias opções, qual escolher? Confira todos as certificações da Cisco e saiba como escolher o direcionamento em sua carreira


Assista ao video no Imasters: http://imasters.com.br/artigo/19533/certificacoes/certificacoes-cisco-planos-de-carreira

16 de mai de 2011

Evento LACNIC - On-line

O Evento do LACNIC aborda o assunto do momento que é o IPV6 e quais contribuições dos profissionais de TI os fornecedores de equipamentos estão com várias palestras.

Vale muito a pena assitir remotamente e participar via chat ao Vivo.

Faça parte você também desse Evento.


Segue o link para participar e assistir on-line.

http://www.lacnic.net/pt/eventos/lacnicxv/participacion.html

Depois comente sobre o evento aqui no Blog. OK!!!

Exercicios - Cálculo de Sub-redes


Cálculo de Sub-redes é um assunto importantíssimo para candidatos a Certificação CCNA. Faça o download de um caderno de exrcicios com mais de 60 páginas e fique fera em Sub-redes.

Clique no link abaixo e faça o download do caderno de exercicios e o gabarito de respostas para que vc possa praticar exercicios de sub-redes.

Qualquer dúvida, poste aqui.

Have Fun !!!

http://www.4shared.com/account/dir/OfQMJlO4/_online.html?rnd=76

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails