1 de jun de 2013

Cisco versus Microsoft


Cisco ameaça recorrer à União Européia contra compra do Skype pela Microsoft.

O CEO da Cisco, John Chambers, disse à CNBC que a razão pela qual o fabricante pretende recorrer da aprovação, pela União Europeia (UE), do acordo de fusão entre a Microsoft e Skype, é a intenção de introduzir mudanças no próprio negócio. O executivo pretende anular a aprovação da aquisição, e não o próprio negócio. O recurso da Cisco deverá ser analisado em tribunal.

“Tudo o que queremos é interoperabilidade. É o que a Microsoft e outros nos pediram quando fizemos aquisições. Achamos necessário haver interoperabilidade fácil e capacidade de qualquer dispositivo ser conectado a qualquer conteúdo, o que consideramos essencial para a Internet crescer“, disse Chambers à CNBC.

A própria Cisco prometeu ceder o seu protocolo de interoperabilidade em plataformas de telepresença – Telepresence Interoperability Protocol (TIP) –, à comunidade de código aberto, como condição para a aquisição da Tandberg líder. A abertura do TIP pode permitir a terceiros criar extensões para a plataforma de telepresença Cisco.

A Cisco afirma que a aquisição do Skype é uma vantagem injusta porque o serviço domina uma parte muito grande do mercado de comunicações unificadas na Internet, segundo disse à CNBC.

A Microsoft informa que o Skype tem 280 milhões de pessoas que usam o serviço por mais de 100 minutos por mês – o que representa cerca de um terço das chamadas de voz efetuadas globalmente.

O próprio negócio de comunicações unificadas e colaboração da Cisco tem sido decepcionante nos últimos trimestres, evoluindo sem crescimento e mesmo em queda (de 8%) numa base anual. A decisão dos juízes da UE só é esperada no prazo de meses.

Fonte: http://computerworld.uol.com.br/negocios/2013/05/31/cisco-ameaca-recorrer-a-ue-contra-compra-do-skype-pela-microsoft/

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails